Hoje, 1 de outubro, é comemorado em todo o mundo o Dia do Vegetarianismo, data criada em 1977 pela North American Vegetarian Society para promover o respeito por todas as pessoas que escolhem deixar a carne fora da sua alimentação.

No Brasil, esse dia tem se tornado cada vez mais importante, uma vez que a demanda por produtos à base de vegetais não para de crescer. Em 2021, segundo pesquisa da Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), encomendada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), os brasileiros passaram a reduzir o seu consumo de carne e, com isso, estão criando uma nova exigência para os estabelecimentos.

Realizado em fevereiro deste ano, o estudo mostrou que, em todas as regiões do país, 46% das pessoas entrevistadas optaram por reduzir o consumo ou deixar a proteína animal fora do prato pelo menos uma vez na semana e por vontade própria.

Aos poucos, as pessoas estão começando a se abrir mais para novas fontes alimentares e se conscientizando sobre o impacto da carne para o meio ambiente. Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), de 1990 a 2005, mais de 80% da área desmatada na Amazônia brasileira foi transformada em pasto, o que aumenta os gases de efeito estufa e contribui ainda mais para o aquecimento global.

“Sabemos que a alimentação à base de plantas é uma grande aliada para que mudanças positivas aconteçam nesse cenário. As empresas perceberam a exigência do consumidor por alternativas mais sustentáveis e inclusivas e vêm respondendo a essa nova demanda, oferecendo cada vez mais opções à proteína animal“, explica Julia Seibel, Gerente do Programa EscolhaVeg, da Mercy For Animals Brasil. 

Ainda precisamos caminhar muito para termos mais opções vegetais nos mercados brasileiros que sejam de fato nutritivas e acessíveis para a maioria da população. E isso só será possível com mais demanda e incentivo das pessoas que estão consumindo maior quantidade de produtos à base de plantas.

Aproveite essa data e substitua a carne, incluindo mais alimentos à base de plantas na sua alimentação. Sua atitude ajudará ainda mais o planeta e os animais.