O polvo nem sequer se preocupou em cobrir as evidências de sua fuga.

A façanha ocorreu na Nova Zelândia e chamou a atenção do mundo inteiro, como destaca o jornal norte-americano The Washington PostO polvo escalou a parede do aquário, atravessou a sala pelo chão molhado e escapou por um tubo de drenagem que liga o aquário ao Oceano Pacífico.

Inky, como era chamado, virou celebridade no mundo todo e chamou a atenção de diversos grupos que lutam diariamente pelo fim da escravidão animal.


”Todos os animais querem viver em liberdade. Muito bem, Inky, por escapar da prisão do aquário!” disse o post da Animal Justice.

Um site americano completa:

”O problema quando tentamos entender a inteligência dos animais é que tentamos mensurá-la a partir da nossa própria inteligência, mas eles possuem uma inteligência qualitativamente diferente da nossa. A forma como percebem e se relacionam com o mundo é diferente da nossa.”

Se você não gosta de ver animais passando a vida em prisões ou sofrendo sob o domínio humano, baixe aqui seu Guia Vegetariano Gratuito.