Narrado pela ativista Luisa Mell, “Exportação Vergonha” estará disponível online a partir do dia 26 de julho com imagens e entrevistas exclusivas

A Mercy For Animals (MFA), uma das maiores ONGs do mundo dedicada ao fim da exploração animal, lançou nesta quarta-feira (20) o trailer do documentário inédito que está produzindo sobre a exportação de animais vivos no Brasil.

Narrado pela ativista Luisa Mell, “Exportação Vergonha” estará disponível no canal da MFA no YouTube a partir das 11h do dia 26 de julho. O filme contará com legendas em português, inglês e espanhol. Para receber novidades e o link direto por e-mail, cadastre-se em www.mercyforanimals.org.br/docexportacaovergonha.

“Exportação Vergonha” mostra imagens inéditas de investigação sobre a passagem pelo Brasil, em março de 2022, do Mawashi Express, o maior navio de transporte de animais vivos do mundo. O filme ainda traz entrevistas e dados para contextualizar o tema e apontar caminhos para pôr fim à atividade no país.

“O objetivo é potencializar o despertar da consciência da população brasileira e internacional para a urgente necessidade do banimento desta atividade econômica, que é uma das piores da indústria devido ao extremo sofrimento dos animais, além de impactos negativos ambientais e sociais”, destaca Cristina Mendonça, diretora executiva da Mercy For Animals no Brasil.

Campanha de mobilização

Relatório investigativo produzido pela Mercy For Animals em parceria com a Repórter Brasil em 2021 trouxe um panorama sobre a exportação de animais vivos no país e propostas para solucionar o problema, que, além de causar extremo sofrimento aos animais, provoca graves impactos ambientais e sociais.

No mesmo ano, como resultado da nova fase da campanha Exportação Vergonha, uma petição criada pela MFA com apoio da ativista Luisa Mell, que pede ao Congresso a proibição da exportação de animais vivos no Brasil, ultrapassou 545 mil assinaturas. “Convido a assinar a petição e juntar-se ao movimento internacional pelo fim desta atividade. Compartilhe nas redes sociais usando #ExportaçãoVergonha e #BanLiveExports para, em união, darmos importantes passos na construção de um mundo mais justo e compassivo para todos os seres”, ressalta Cristina.