A revista Exame publicou ontem a notícia, em primeira mão, de que a BRF, dona de marcas como Sadia e Perdigão, sacrificou 40 milhões de pintinhos nas últimas semanas. Isso mesmo: 40 milhões de pintinhos simplesmente eliminados, queimados ou triturados, como se fossem meros objetos, e não seres sensíveis e inteligentes.

É dessa forma que morrem também milhares de pintinhos machos todos os anos, de forma muito menos excepcional. Eles são descartados pela indústria por não produzirem ovos, ao passo que as fêmeas passam suas vidas inteiras confinadas em gaiolas onde mal podem andar ou abrir as asas.

Veja com seus próprios olhos:


A decisão da BRF foi tomada em decorrência do embargo, pela União Europeia, da importação de carne brasileira devido à deficiência no sistema de controle de qualidade de carne dos frigoríficos. Nada que justifique uma decisão terrível como essa, que gera tanto sofrimento aos animais.

O bloco econômico tem pressionado o Brasil desde a deflagração da Operação Carne Fraca, em março de 2017. O país é o maior exportador de carne de frango do mundo, e a União Europeia é responsável pela compra de 7,6% do volume das exportações brasileiras. 12 fábricas da BRF foram descredenciadas pela União Europeia, o que evidencia a fragilidade da produção de carne brasileira.

Cada um de nós tem pouco ou nenhum controle sobre o comércio exterior dessas empresas. Porém, nós temos um poder enorme de decidir o que entra em nosso prato. Ao tirar carne, leite e ovos da nossas dietas, nós pouparemos milhares de animais de uma vida inteira de sofrimento e crueldade. Clique aqui para começar agora.