A Mercy For Animals acaba de lançar uma nova investigação secreta que expõe o terrível sofrimento das galinhas na indústria de ovos e o uso irregular de veneno contra piolhos que contém Clorpirifós, uma substância altamente tóxica que pode causar danos ao sistema nervoso dos animais e humanos expostos.

O produto foi pulverizado sobre as galinhas, apesar das instruções do fabricante informarem que ele só poderia ser aplicado em galpões vazios. Não foi colocada nenhuma proteção sobre as bandejas de ração e os ovos que seriam posteriormente destinados ao consumo humano.

As imagens foram capturadas em granja da maior produtora de ovos do sul do Brasil, a Naturovos, e mostram galinhas doentes e machucadas, com pés dilacerados, órgãos expelidos para fora do corpo e infestadas de piolhos.


O vídeo choca ao mostrar aves em sofrimento sendo tratadas como meras máquinas de produção, confinadas em gaiolas minúsculas, sem poder andar, ciscar ou abrir as asas. As galinhas vivem em meio a corpos em decomposição, uma vez que frequentemente ficam presas nos aramados das gaiolas e morrem, sem conseguir alcançar água e alimento.

No Brasil, mais de 100 empresas, incluindo líderes da indústria alimentícia, como Burger King, Subway, McDonald’s e Spoleto, e grandes redes varejistas, como GPA, Carrefour e Grupo Big, já se comprometeram a eliminar as gaiolas em bateria das suas cadeias de fornecimento.

Acesse GaiolasToxicas.com.br, assine a nossa petição e peça à Naturovos que anuncie um compromisso de eliminar essas gaiolas terríveis em todas as suas operações e que implemente medidas significativas para reduzir o sofrimento das galinhas.

E lembre-se que a cada refeição podemos ajudar os animais escolhendo opções mais saudáveis e sustentáveis, como os alimentos à base de plantas. Veja, aqui, receitas veganas com ingredientes que substituem os ovos.