Uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência e encomendada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) revelou que 14% da população brasileira com mais de 16 anos se declara vegetariana — o que representa cerca de 22 milhões de pessoas. O levantamento foi feito em abril de 2018 e mostra um aumento de 100% em relação a 2012, quando a proporção da população brasileira nas regiões metropolitanas que se declarava vegetariana era de 8%. Considerando apenas as regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, 16% das pessoas se disseram vegetarianas.

Outro ótimo dado trazido pela pesquisa do Ibope Inteligência mostra o crescente interesse por produtos sem nada de origem animal. 55% dos entrevistados declararam que consumiriam mais produtos veganos se houvesse indicação na embalagem ou se tivessem o mesmo preço que os produtos que estão acostumados a consumir (60%). Nas capitais, esta porcentagem sobe para 65%.

Esses dados confirmam os números levantados por uma pesquisa encomendada pela Mercy For Animals em agosto do ano passado. Segundo a Ipsos, 71% das pessoas entrevistadas tenderiam a substituir carnes de origem animal por vegetais se houvesse mais opções no mercado e 78% acham que os restaurantes e supermercados que frequentam poderiam oferecer mais opções de carnes vegetais.


Em um momento em que a produção de carne está sendo relacionada a escândalos de corrupção e trabalho escravo, a crueldade contra animais e problemas de saúde, além de ser tida como principal causa de diversas catástrofes ambientais, não é surpresa que os consumidores estejam em busca de alternativas mais sustentáveis e saudáveis.

Esse movimento de deixar carne, leite e ovos fora do nosso prato é global! Recentemente, noticiamos que o consumo de carne teve queda recorde na Suécia em 2017 e que o veganismo teve crescimento recorde no Reino Unido desde 2016.

Se você também quer fazer parte desse movimento, a gente te ajuda. Clique aqui para baixar nosso Guia Vegetariano Gratuito.