Rede atacadista Makro vai banir a comercialização de ovos de galinhas confinadas em gaiolas

A rede atacadista Makro, uma das maiores varejistas do Brasil, anunciou seu compromisso de banir a comercialização de ovos de galinhas confinadas em gaiolas em todas as suas operações no Brasil.

Neste comunicado, a rede informa que, até 2025, todos os ovos da sua marca própria serão provenientes de sistemas livres de gaiolas, e, até 2028, 100% dos ovos comercializados

A Makro também anunciou que iniciará a conscientização junto a seus fornecedores e clientes, para evidenciar a importância de melhorar as condições para os animais. "A ação vem para reforçar o compromisso do atacadista com a sociedade e a importância do pilar de sustentabilidade da companhia, que passa a contar com um movimento a favor da responsabilidade socioambiental", diz a atacadista Makro em seu site.

Por meio de mudanças em suas políticas, grandes corporações têm o poder de ajudar a transformar a vida de milhões de animais. Nosso departamento de Políticas Corporativas trabalha com grandes e pequenas empresas visando conseguir o comprometimento para banir as práticas que mais causam sofrimento aos animais, ao mesmo tempo em que inspira empresas a verem os animais como vidas e não apenas máquinas de produção.

Ao todo, mais de 100 empresas já anunciaram políticas nesse sentido aqui no Brasil, entre elas McDonald's, Burger King, Subway, Spoleto, Forno de Minas, Unilever, Danone e Nestlé. Em agosto de 2018, o Grupo Carrefour, um dos líderes do varejo no Brasil, tornou-se a primeira rede de supermercados a anunciar o compromisso de não mais comercializar ovos de galinhas confinadas em gaiolas para suas operações brasileiras. Em seguida, o Grupo St. Marché e a Cia Beal de Alimentos, dona das marcas Festval e Beal, também mudaram suas políticas. Mais recentemente, em junho, o Walmart se tornou mais um dos líderes de varejo a impulsionar essa transformação, assim como a Rede Zaffari & Bourbon de Supermercados, que se comprometeu em julho e ajudará a reduzir o sofrimento de milhões de animais. 

A Mercy For Animals vai continuar lutando para acabar com as gaiolas na indústria de ovos. Apesar de vários supermercados já estarem anunciando compromissos nesse sentido, o Grupo Pão de Açúcar é um dos que continuam sem uma política que cubra todas as suas operações. A Mercy For Animals tem uma campanha há mais de dois anos pedindo que a empresa anuncie esse compromisso. Esperamos que as novas políticas incentivem o Grupo a tomar uma atitude. Saiba mais sobre nossa campanha aqui.

A melhor forma de ajudar as galinhas e outros animais criados para consumo é excluir produtos de origem animal da sua dieta e do seu estilo de vida. Quer uma ajuda para começar? Acesse desafio21diassemcarne.com.br