Em ação no Largo da Batata, Mercy For Animals mostra o que o Pão de Açúcar não está te contando

Nos dias 18 e 19 de outubro, estivemos no Largo da Batata, em São Paulo (SP), para mostrar a realidade da produção da maior parte dos ovos comprados pelo Grupo Pão de Açúcar para suas operações no Brasil.

Para a ação, foi instalado um contêiner e, dentro dele, foram projetadas imagens de investigações realizadas pela Mercy For Animals que mostram as práticas de típicas granjas com gaiolas em bateria no país.

Container da ação. Foto: Marcello Fim/Mercy For Animals

O público passante foi convidado a entrar na instalação, participar da imersão e conhecer a realidade da maior parte das milhões de galinhas vivenciam na indústria de ovos.

O público convidado a conhecer a ação. Foto: Marcello Fim/Mercy For Animals

Mais de 95% da produção de ovos do país utiliza a prática de confinamento de galinhas em gaiolas, consideradas uma das piores causas de sofrimento animal. Dentro das grades, as galinhas não conseguem expressar as suas vontades, nem realizar movimentos naturais, como ciscar, tomar banho de areia, caminhar ou abrir as asas.

Nesse sistema, é comum que fiquem presas, sofram lacerações ou tenham membros mutilados no aramado das gaiolas. Muitas morrem e entram em decomposição em meio a outras galinhas ainda botando ovos para consumo humano.

Público dentro do container após o vídeo. Foto: Marcello Fim/Mercy For Animals

“O que mais me sensibilizou foi a parte em que vi os pintinhos passando na esteira, como se eles não fossem nada. Eu tenho filhos pequenos e a sensação que tive foi como se eles não tivessem a opção de escolha do que vai acontecer”, disse Thainá Pinheiro, que passava pelo local e foi convidada a entrar no contêiner para assistir às imagens.

Elisabete Alves, que também visitou a instalação, contou que "imaginava que [as granjas] fossem um lugar arejado, onde [as galinhas] vivessem bem e que fossem bem tratadas. Imaginava que fosse um lugar lindo, até para visitar".

Após o vídeo, o público era convidado para entender mais sobre o uso de gaiolas em cadeias de suprimento. Foto: Marcello Fim/Mercy For Animals

Confira mais sobre a ação no vídeo: 


Há mais de três anos, temos feito incansáveis pedidos para que o Grupo Pão de Açúcar se comprometa a parar de comprar ovos de galinhas confinadas em gaiolas. Estimamos que este compromisso possa impactar até 5,7 milhões de galinhas. Mas, infelizmente, ainda não fomos atendidos pela empresa.

Voluntários da Mercy For Animals uniram-se para mostrar a verdade que o Pão de Açúcar esconde. Foto: Marcello Fim/Mercy For Animals

Ao todo, mais de 100 empresas já anunciaram políticas nesse sentido aqui no Brasil. O Grupo Carrefour, o Grupo St. Marché, Walmart, Rede Zaffari & Bourbon de Supermercados, Cia Beal de Alimentos e Makro já assumiram compromissos banindo a comercialização de ovos de galinhas confinadas em gaiolas em suas operações no país, o que pode ajudar a reduzir o sofrimento dos animais na indústria. Por meio de mudanças em suas políticas, grandes corporações têm o poder de ajudar a transformar a vida de milhões de animais.

Você também pode pedir para que o Grupo Pão de Açúcar tome uma atitude! Assine a petição http://PaoDeAcucar.InfernoDasGalinhas.com.br

A melhor forma de ajudar as galinhas e outros animais criados para consumo é excluindo todos os produtos de origem animal da sua dieta e do seu estilo de vida. Quer uma ajuda para começar? Acesse desafio21diassemcarne.com.br