Quer economizar água? Aqui está por que, para fazer isso, é preciso tirar a carne do prato

Você sabe o que é pegada hídrica? O conceito, cunhado pelo pesquisador holandês Arjen Hoekstra em 2002, refere-se à quantidade de água doce que cada pessoa consome, de forma direta ou, às vezes, até sem perceber, agregada aos produtos e serviços que consumimos.

Muitas vezes, pensamos em economizar água com medidas simples como fechar a torneira ao escovar os dentes. Apesar de fundamentais, essas atitudes ainda representam pouco perto do consumo que "terceirizamos", sobretudo quando nossa alimentação envolve carne e outros produtos de origem animal.

Isso porque a produção de 1kg de carne bovina exige, em média, mais de15 mil litros de água, de acordo com a organização internacional Water Footprint, o que coloca a pecuária como grande vilã quando o assunto é economizar a água — além, claro, de também ser a maior responsável pela emissão de gases de efeito estufa. Para produzir a mesma quantidade de cereais, por exemplo, são necessários apenas 1644 litros. Outras carnes, como de porco e frango, ainda que consumam menos água para sua produção, ainda apresentam um gasto bastante superior às alternativas vegetais.

Todos esses números confirmam a informação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e para a Agricultura (FAO), segundo a qual o setor agrícola é o que mais usa recursos hídricos. Em 2006, 70% da água mundial foi usada para esse propósito.

Veganos poupam 2250 litros de água por dia. Para se ter uma base de comparação, um banho de 15 minutos, por exemplo, gasta 135 litros.

O estudo Contas Econômicas da Água, divulgado na semana passada pelo IBGE, revelou que a agropecuária nem mesmo compensa o desperdício de água gerando riquezas para o país — contrariando o que seus defensores costumam apontar. O setor foi o que teve o pior desempenho referente à eficiência hídrica: para cada R$1 produzido, a agropecuária precisou usar quase 92 litros de água. A média do Brasil é de 6 litros para gerar R$1.

O desperdício se torna ainda mais chocante quando lembramos que aproximadamente ⅔ da população do planeta enfrenta escassez severa de água durante ao menos um mês a cada ano. É um total de 4 bilhões de pessoas sem uma fonte confiável de água doce.

Se carne, leite e ovos são responsáveis por sérios problemas de saúde para quem come, por uma vida miserável para os animais e, ainda, por uma catástrofe ambiental iminente, por que é que a gente ainda consome esses produtos?

Clique aqui para começar agora uma dieta vegetariana que vai salvar o planeta.