Correr pelos animais: como a Running For Animals marcou a vida de Alexandre

Desde 2004, Alexandre Kuntz, Coordenador Voluntário da MFA no Rio de Janeiro, é apaixonado por correr. Já foram diversas conquistas em corridas, como vencer sete vezes a Smart Run, corrida indoor da academia Smart Fit, chegar em 5º lugar na Track & Field Barra Shopping e fazer seu tempo recorde de 17 minutos e 54 segundos no Circuito Rio Antigo de 5 km.

Mas uma das corridas que mais o marcou foi a Running For Animals, realizada pela Mercy For Animals em outubro de 2019. A primeira edição aconteceu em São Paulo (SP) e, de cara, Alexandre se animou para participar, já que acredita no trabalho da Mercy For Animals e luta pelo fim da exploração animal. "A corrida aconteceu exatamente no dia que completei quatro anos sem comer carne. Foi lindo demais comemorar lá, correndo por essa causa que abracei", disse o voluntário.

Medalha conquistada por Alexandre na Running For Animals. Foto: Instagram

Alexandre foi um dos participantes do Desafio 21 Dias Sem Carne e, após assistir um vídeo de uma vaca chorando ao ser levada para o abate, no dia 6 de outubro de 2015 decidiu não comer mais nenhum tipo de carne. Meses depois, decidiu cortar o leite e os derivados, também após assistir um vídeo, dessa vez sobre a crueldade sofrida pelos animais na indústria do leite.

A escolha alimentar não prejudicou o desempenho do atleta. Pelo contrário, Alexandre diz que o estilo de vida vegano auxiliou na sua disposição e na recuperação dos treinos. Assim como outros esportistas, ele percebeu que a alimentação vegetal é capaz de suprir todas as necessidades nutricionais, tanto para quem foca em performance quanto para quem pratica esporte por prazer.

No seu dia a dia, ele segue uma alimentação saudável. No café da manhã, pão integral com azeite ou algum creme vegetal e, para acompanhar, frutas com aveia e melado. Já no almoço, uma das suas opções favoritas é uma boa salada com alface, tomate, cebola, beterraba e cenoura acompanhada de arroz com feijão e grãomelete, feito com farinha de grão-de-bico e temperos. Durante o dia, frutas são sempre bem-vindas e, para o jantar, ele gosta de algo mais leve, como uma sopa, independentemente do clima.

Prato de Alexandre após seu treino de corrida. Foto: Instagram

Além da alimentação, Alexandre também ajuda os animais por meio do voluntariado da Mercy For Animals, no qual acredita que todos são importantes. Para ele, estar ao lado de pessoas que lutam pela causa é muito positivo e pode potencializar os resultados a serem alcançados. "Acredito que o futuro é vegano, seja pelos animais, pelo planeta ou por nossa saúde".

E você, também acredita que o futuro será vegano?