Investigador da Mercy For Animals teve acesso a granjas de porcos e a um abatedouro da JBS nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Foram documentadas as terríveis condições às quais muitos animais são submetidos em fazendas industriais. Porcas mães passam praticamente suas vidas inteiras confinadas em celas de gestação tão pequenas que sequer podem virar de lado. Privadas de estímulo mental e de conforto, muitas dessas porcas enlouquecem e mordem as barras das celas em desespero.

Seus filhotes crescem em ambientes apertados e imundos, e é comum que estejam feridos ou doentes. A investigação mostrou animais com orelhas inflamadas, membros machucados, hérnias umbilicais, tremores, tonturas e problemas respiratórios.


Com poucos meses de vida, esses animais são encaminhados aos abatedouros. As imagens mostram animais que, antes de serem sangrados até a morte, são atordoados com choques elétricos. Em seguida, seus corpos são manipulados como meros objetos em uma linha industrial.

O investigador da MFA registrou imagens de corpos de porcos abertos, alguns deles com intestinos rompidos e contaminados com fezes, cistos renais, indícios de pneumonia e alterações em diversos órgãos. Algumas dessas doenças podem ter sido causadas justamente pelas precárias condições de higiene, superlotação e estresse às quais os animais são submetidos nas fazendas industriais.

Essa já é a terceira investigação da Mercy For Animals na indústria de porcos no Brasil. Em todas as ocasiões, documentamos cenas terríveis, como animais recebendo choques com bastões elétricos, porcas confinadas em celas minúsculas e porquinhos sendo mutilados sem qualquer anestesia. Isso precisa mudar! Precisamos de uma atitude dos órgãos responsáveis para pôr um fim a essa triste realidade.

Junte-se a nós pedindo ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que proíba as piores práticas da indústria de porcos no Brasil. Assine a petição em TerrorDosPorcos.com.br

E lembre-se de que a melhor maneira de ajudar os animais é deixando-os fora do seu prato e optando por uma alimentação 100% vegetal.