Devastador! Em vídeo viral, ativista canta canção de ninar para porco transportado para abatedouro

Um vídeo devastador postado pelo Boxtel Pig Save se tornou viral ao mostrar um ativista cantando uma canção de ninar a um porco em um caminhão de transporte a caminho de um matadouro.

No vídeo você pode vê-lo acariciando suavemente o animal, que está exausto e assustado, enquanto ela canta.

O vídeo de cortar o coração recebeu diversos comentários. Uma pessoa escreveu: "Chorando aqui — como um bebê". Outra disse: "Essa querida conhece e responde ao toque e ao amor — e pensar que esse bebê será torturado apenas para que alguém coma bacon é terrivelmente triste".

Veja o vídeo comovente.



Infelizmente, milhões de animais explorados para consumo são transportados diariamente de fazendas para abatedouros. Essas viagens podem levar vários dias, o que significa que os animais ficam presos por longos períodos em caminhões imundos e superlotados.

Muitas vezes, animais criados em fazendas veem o sol apenas no caminhão de transporte para o abate.

Durante a viagem, os animais são submetidos a frio e calor extremos, forçados a passar dias sem comida ou água e sem poder deitar-se confortavelmente ou caminhar. Muitos animais chegam aos matadouros feridos, doentes ou mortos.

Diversas investigações da Mercy For Animals documentaram as condições terríveis em que os animais viajam. Uma delas mostrou animais assustados sendo transportados por centenas de quilômetros em calor sufocante, sofrendo com estresse por calor e desidratação. Os trabalhadores repetidamente usavam bastões elétricos para dar choques em porcos já debilitados.

Assista.


Os animais explorados para consumo são como cães, mas os relegamos a uma vida de crueldade intensa e implacável. O fato é que, se tratássemos apenas um cachorro da maneira como a indústria da carne trata bilhões de animais, estaríamos atrás das grades por abuso de animais.

Você pode escolher a compaixão deixando os porcos e todos os outros animais fora do seu prato e mudando para uma dieta vegetariana. Clique aqui para começar.