Imagens chocantes mostram como os animais são mortos para uma empresa chamada "Carne Feliz"

Filmagens secretas feitas pela organização suíça de defesa dos direitos dos animais PEA - Pour l'Egalité Animale (traduzindo, "Pela igualdade animal") revelam cenas absurdas de animais sendo arrastados nos matadouros e depois tendo suas gargantas cortadas na frente de seus amigos e família.

Ironicamente, o abatedouro fornece carne para empresas como a "Happy Meat" (em tradução livre, "Carne Feliz), que a vende como uma "solução ética" para os consumidores. É a prova de que o abate humanitário continua sendo uma forma cruel e absurda de violência contra os animais.

O doloroso vídeo, filmado na cidade suíça de Moudon, mostra ovelhas totalmente conscientes tentando desesperadamente escapar de um massacre brutal, bezerros se encolhendo com medo dos trabalhadores, e animais morrendo sangrando em pisos de concreto frios. É verdadeiramente devastador.

Veja com seus próprios olhos:

Por definição, algo "ético" significa moralmente correto ou bom. Bem, dê uma boa olhada nessa filmagem. É brutal, sangrenta e violenta. Chamar isso de ético é um ultraje. Muitos países europeus têm algumas das mais rígidas leis do mundo a respeito das formas como os animais devem ser tratados. No entanto, este vídeo perturbador expõe práticas padrão dos matadouros suíços.

Outra investigação recente também chamou atenção pela incapacidade das leis efetivamente trazerem benefícios reais para os animais europeus. Filmagens feitas secretamente pelo grupo Lega Anti Vivisezione em seis fazendas italianas revelaram como são tratados os porcos explorados para a produção de presunto de Parma. As imagens mostram os porcos mantidos em condições miseráveis e cruéis, em um local tão imundo e superlotado que estava infestado de camundongos, sem ventilação e água, e sofrendo com infecções não-tratadas. Os animais mortos ficavam entre os vivos, e até mesmo fetos de porquinhos abortados foram encontrados nos galpões.

No ano passado, a Agência de Padrões Alimentares do Reino Unido publicou um relatório sobre o chocante sofrimento dos animais de criação, em que se detalhava até mesmo congelamento ou escaldamento de animais vivos. O relatório documentou uma série de atrocidades: uma vaca “batida violentamente” contra uma parede depois de uma discussão entre dois trabalhadores, galinhas e porcos colocados em água fervendo enquanto totalmente conscientes, e uma vaca levada para abate com uma lesão facial “completamente cheia de vermes”. Milhares de animais foram mortos sem o devido atordoamento.

Vamos ser diretos: "Carne feliz" não existe. Nenhum animal quer ser morto para se transformar em carne.

A Mercy For Animals realizou mais de 60 investigações nos Estados Unidos, Canadá e América Latina, inclusive no Brasil. Todas as vezes ficamos chocados com os abusos terríveis que constatamos, situações muito parecidas com esse vídeo.

Se essa investigação te tocou e você quer fazer algo pelos animais, é hora de começar a viver de acordo com seus valores e ser uma pessoa a mais promovendo mudanças positivas no mundo.

Para isso, basta tirar produtos de origem animal de seu prato. Clique aqui para começar agora.