11 cenas que flagramos em investigações que são piores que filme de terror

A equipe da Mercy For Animals ao redor do mundo conta com diversos profissionais extremamente dedicados em diversas áreas. Mas, dentre todos eles, os mais corajosos são os investigadores.

Disfarçados em suas operações secretas, eles presenciam, ao vivo, cenas que poucos de nós conseguiriam suportar: animais sofrendo, confinados durante a vida toda, sendo privados de conviver com suas famílias, sendo espancados, abusados e maltratados de formas que nem podemos imaginar.

A única esperança desses bravos profissionais é que, ao aguentar firme diante desse "filme de terror" e realizar esse magnífico trabalho investigativo, as cenas que eles captam servirão para conscientizar as pessoas sobre o sofrimento animal e fazer com que cada vez mais pessoas tirem de seus pratos carne, leite e ovos.

Selecionamos 11 fotos de nossas investigações que mais parecem filme de terror — mas infelizmente ainda são realidade de todos os animais que todos os dias são explorados para consumo.

1. Você sabe o que é "thumping"?


Se um animal não atinge o tamanho adequado para gerar lucro, ele não tem valor para a indústria. Aí, o que acontece é o "thumping": os porquinhos bebês são violentamente arremessados contra o chão para morrerem. No Brasil, o mais comum é que eles sejam separados dos demais e deixados doentes e sem alimentos para morrerem lentamente.

2. Ovo é crueldade


Essa é uma cena infelizmente comum nas granjas de produção de ovos. Por essa imagem podemos ver o espaço mínimo que os animais têm para passar todas as suas vidas, sem acesso a luz do sol ou a pisar e ciscar na terra. Muitos animais morrem e são deixados por ali mesmo, o que, além de ser horrível para as galinhas, também favorece o alastramento de doenças. As galinhas são extremamente maltratadas e sequer têm penas no corpo.

3. Pintinhos triturados


Essa é uma prática extremamente comum na indústria de ovos: pintinhos machos, que não botam ovos e por isso não geram lucro, são cruelmente mortos. Ou triturados vivos, como na foto, ou asfixiados em sacos de lixo.

4. Tristeza silenciosa


Não existe sequer uma gota de sangue nessa foto, mas a tristeza dela é visível e profunda. Essas são as celas de gestação, onde as porcas passam praticamente suas vidas inteiras sem conseguir se mexer propriamente, dando à luz uma ninhada atrás da outra.

5. Violência explícita


As vacas leiteiras são inseminadas constantemente, e vivem em um ciclo de gestação, parto e exploração. A tristeza é complementada pelo fato delas sequer poderem cuidar de seus filhotes, uma vez que poucos dias após o parto eles já são levados embora, e isso as deixa literalmente em um estado de luto. Elas não mereciam ainda mais crueldade, mas essa investigação revelou que elas sofriam até mesmo abuso sexual dos funcionários da indústria. A foto mostra uma das vacas levando um soco.

6. Solidão


Enquanto as vacas são exploradas para o leite, seus filhotes, com apenas poucos dias de vida, já vão conhecer a crueldade e o abandono. Sozinhos e apavorados, como dá para ver pelo seu olhar, serão mortos ainda bebês e comercializados como vitela.

7. Cortado ainda vivo


Quando pensamos em crueldade animal, os peixes quase nunca são lembrados. Porém, sofrem tremendamente: ou morrem sufocados, tentando respirar, ou são esfolados e cortados vivos, sentindo uma dor que nem podemos imaginar. Esse vídeo mostra exatamente esse animal extremamente sensível lutando por sua vida.

8. Últimos instantes de vida


É dessa forma que as galinhas são transportadas até o abatedouro, depois de uma vida miserável. A viagem pode durar dias e até semanas, sob temperaturas extremas. Não é à toa que muitos animais, alguns já debilitados, acabam morrendo ainda durante o transporte.

9. Elas mereciam mais


Algumas vacas leiteiras foram tão exploradas durante suas breves vidas que seus corpos não se sustentam mais. Elas literalmente não conseguem mais se levantar. Ao invés de cuidados veterinários, elas são arrastadas, puxadas por seus membros ou até mesmo içadas, como nessa foto.

10. Doentio


Algumas das cenas mais perturbadoras já captadas por nossos investigadores foram as dessas investigações realizadas no México. Os porcos são tratados com extrema crueldade e alguns eram até mesmo cortados enquanto ainda estavam conscientes. Doentio!

11. É só um bebê


Os porquinhos são tratados com tanta falta de cuidado na indústria. Nem mesmo por serem bebês eles são poupados de crueldade. Essa foto é resultado de uma castração sem qualquer tipo de anestésico que, mal feita, acabou resultando em um prolapso. Ou seja, seu intestino saiu pelo corte feito para a castração.

--

Se essas cenas te deixam chocado e triste, é porque você se importa com os animais. Uma simples mudança na sua alimentação pode salvar dezenas de animais todos os anos. Está na hora de fazer isso por eles. Clique aqui para começar.