Mais de 100 mil animais marinhos morrem por ano por causa de lixo gerado por indústria da pesca

A indústria da pesca está fazendo com que mais de 100 mil baleias, golfinhos, focas, tartarugas e aves marinhas morram agonizando todos os anos por causa de equipamentos de pesca descartados nos oceanos, de acordo com um novo relatório publicado no jornal Independent.

A estimativa é que uma tonelada de equipamentos seja descartada nos oceanos a cada minuto. Linhas e redes de nylon podem demorar até 600 anos para se decompor. Esses materiais são responsáveis pelo declínio de cerca de 30% da vida marinha dos oceanos.

Os animais acabam morrendo afogados, estrangulados ou mutilados pelo plástico deixado no mar, ou até mesmo morrem lentamente porque não conseguem comer seus reais alimentos após ingerir plástico acidentalmente

O novo estudo, realizado pela ONG World Animal Protection, analisou as práticas das 15 maiores companhias de pesca do mundo e as separou em cinco categorias. Porém, nenhuma delas pode ser classificada como primeira ou segunda no ranking, porque se considerou que nenhuma fazia o manuseio e destinação responsável dos materiais.

Esse não é o primeiro levantamento sobre o assunto. Em fevereiro, uma pesquisa publicada pela revista científica Frontiers in Marine Science revelou que 73% dos peixes de zona no Oceano Atlântico ingerem microplásticos. Isso quer dizer que foram encontrados pedaços de plástico em quase três em cada quatro peixes do Atlântico. Foi encontrada uma média de 1,8 fragmentos de microplásticos por peixe, dentre os quais o tipo mais frequente foi o polietileno, plástico bastante comum no mercado.


Levando esses dados em consideração, há duas conclusões possíveis. A primeira é que o consumo de peixes está longe de ser saudável para os humanos, já que a maior parte desses animais trazem em seus organismos pedaços de plástico que acabaríamos consumindo.

A segunda é que, mais uma vez, está provado o efeito nocivo da indústria da pesca para o meio ambiente e também para os animais — tanto para os que, indiretamente, acabam morrendo por causa do plástico deixado pela indústria nos oceanos, quanto para os tubarões, tartarugas, golfinhos e outros animais que são pescados por "acidente", e sobretudo para os milhões de peixes que sofrem terrivelmente ao serem pescados para o consumo humano.

Os peixes são seres extremamente sensíveis. Na verdade, cientistas de todo o mundo notaram diversas vezes que os peixes sentem dor da mesma forma que os animais terrestres. Os peixes são até mesmo comparáveis a cães, gatos e outros animais na forma como sentem prazer.

Nós não conseguimos nem imaginar a tortura que é ser cortado ao meio enquanto ainda se está totalmente consciente. Ou morrer asfixiado lentamente, sem conseguir respirar fora da água.

Você pode continuar fazendo pratos de frutos do mar, mas substituindo os peixes por alternativas vegetais tão gostosas quanto e mais saudáveis. Clique aqui para conferir a lista de receitas que preparamos.