10 atletas vegetarianos para você se inspirar

Uma alimentação sem ingredientes de origem animal é capaz de suprir todas as proteínas, nutrientes e vitaminas necessários para a saúde humana. Um dos principais benefícios de se tornar vegetariano(a) é uma melhora no condicionamento físico, sabia? E estes atletas são a prova disso!

Confira alguns deles:

Carl Lewis

Foto: Reprodução

Carl Lewis é considerado um dos maiores corredores na história do atletismo, contando com dez medalhas olímpicas no currículo, sendo nove de ouro. Além dessas conquistas, Carl foi recordista dos 100 metros entre 1987 e 1994. Para ele, o melhor ano da sua carreira foi quando decidiu se tornar vegetariano.


Foto: Instagram

Vegana há sete anos, Crissi Carvalho é vencedora da International Federation of BodyBuilding Pro League Bikini Master (competição de fisiculturismo que elege a melhor atleta no aspecto físico e beleza), treinadora e CEO do Goodness Gracias, restaurante focado em alimentação vegana saudável.


Foto: Reprodução

Patrik Baboumian é considerado um dos homens mais fortes do mundo. Vegano desde 2011, ele já conquistou diversas vitórias em levantamento de peso, incluindo o Campeonato Mundial de Levantamento de Peso. Além disso, o atleta já quebrou quatro recordes mundiais e segue mostrando que a alimentação vegana pode servir para qualquer atleta de alta performance.

Em 2019, Patrik postou um vídeo contando o que come em um dia em que ingere 5.000 calorias.


Foto: Instagram

Nienke van Overveld é uma esportista holandesa que foi convidada para representar seu país no CrossFit Games 2020, uma competição mundial para encontrar o melhor profissional no esporte. O convite veio após Nienke ter sido eleita a mulher com melhor condicionamento físico na Holanda. Desde 2017, ela avança na categoria de levantamento de pesos, subindo 500 posições no ranking mundial e se tornando a 210ª mulher mais forte do mundo.


Foto: Instagram

Dave Scott venceu seis vezes o Iron Man World Championship, a maior competição de triathlon do mundo, o que faz dele o maior vencedor da competição, que consiste em 3,8 km de natação, 180 km de bicicleta e maratona de 42 km. Ele é conhecido pelo seu apelido “The Man”, devido aos seus regimes de treinamento e performances impressionantes de corrida.


Foto: Reprodução

Em 2014, Samantha Shorkey ficou em primeiro lugar geral do Campeonato Natural do Sudoeste de Austin, nos E.U.A, tornando-se a primeira fisiculturista vegana a conquistar o título. Em seu site “Jacked On The Beanstalk”, Samantha compartilha dicas de treinos e de alimentação à base de vegetais para atletas.


Foto: Instagram

Nimai Delgado nunca comeu carne em sua vida e, em 2015, abandonou todos os alimentos de origem animal. O bodybuilder decidiu fazer a transição porque queria viver se alimentando da forma mais saudável possível. Hoje, assim como outros atletas, ele prova que ser vegano ajuda na sua performance e permite que ele continue a criar músculos.


Foto: Instagram

Fernandinha, como é conhecida no vôlei brasileiro, se tornou vegetariana a partir da Segunda Sem Carne e vegana após ver um vídeo que contava um pouco mais sobre o restante da indústria de produtos de origem animal. Hoje, ela usa suas redes sociais para compartilhar produtos, opções de pratos e restaurantes veganos para inspirar seus seguidores e mostrar que seu estilo de vida é um aliado nas quadras.


Foto: Instagram

Jon Venus é um bodybuilder norte-americano que compartilha sua rotina de treinos e alimentação em seu site. Ele também trabalha como coach para inspirar aqueles que querem mudar seu estilo de vida e procuram uma alimentação mais saudável sem alimentos de origem animal.


Foto: Instagram

Susana Silva é jogadora da Seleção Brasileira de Handebol em cadeira de rodas e um dos grandes exemplos no paratletismo no Brasil. Uma das suas maiores motivações é provar que é possível ser uma atleta de alta performance com uma alimentação de origem vegetal.

Conheça também a história de Silvia Matos, ultramaratonista com uma alimentação 100% vegetal.